sexta-feira, 17 de junho de 2016

Dia da Criança Africana

A construção de um ensino democrático que incorpore a história e a dignidade de todos os povos que participaram da construção do Brasil, surge a Lei nº 11.645/2008, de 10 de março de 2008, alterando a Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996, já modificada pela Lei nº 10.639/2003, de 09/01/2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no Currículo Oficial da Rede de Ensino, a obrigatoriedade da temática - História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena.”
Desse modo, a educação para a diversidade, tem por objetivo a divulgação e produção de conhecimentos, atitudes, posturas e valores que preparem o cidadão e cidadã para uma vida de respeito entre todos e todas, sem as barreiras estabelecidas por séculos de preconceitos, estereótipos e discriminações, que fecundaram o terreno para dominação de um grupo racial sobre outro e de um povo sobre outro, de um sexo sobre o outro ou de uma religião sobre a outra.
É nesse contexto que se verifica, a importância do ensino de História e Cultura Afro-Brasileira, Africana e Indígena. Hoje, 16/06/16, Dia da Criança Africana, a turma do 2º ano A da Escola Municipal André Zenere, caprichou na atividade, que de forma sistematizada, através das áreas da Matemática (formas geométricas) e Diversidade (Cultura Africana), fez a releitura da personagem de Ana Maria Machado. "Menina Bonita do Laço de Fita". Ficou ótimo. "Meus" pequenos e "minhas" pequenas, com o uso do lápis, papel e principalmente com a criatividade de cada um e de cada uma, valorizaram com mais um recurso pedagógico a -LEITURA DE HISTÓRIAS-, a Cultura Africana e Afrobrasileira. Muito orgulho de ver a dedicação das crianças. Mas esse trabalho não para por aqui!Abraços.
Professor Gênelle krambeck


















0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template designer adapted by Ana by anA.

Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?