quinta-feira, 12 de setembro de 2013

PESQUISANDO NAS AULAS DE INCENTIVO À LEITURA


 Durante as aulas de Incentivo à Leitura os alunos dos terceiros e quartos anos matutinos e a professora Luciana estão através da pesquisa investigando uma personagem que mexe com o imaginário, e o real não compreendido de crianças, jovens e adultos, as CAVEIRAS. A intenção é fazer com que as crianças percebam que “caveiras somos nós”, ou seja, que somos constituídos por um esqueleto que é formado por ossos articuláveis que tornam possíveis nossos movimentos.  
A pesquisa acontecerá em etapas que partirão da leitura de textos literários que tragam a personagem, passando por observações, atividades artísticas, físicas, estudo bibliográfico, palestras com profissionais da área da saúde, produção de textos e materiais para divulgação dos resultados da nossa pesquisa.
Convidamos a todos que acompanhem nossas descobertas através do blog da nossa Escola!!!!!
ATIVIDADE 1. CAVEIRA EXISTE?
  • Leitura da obra “Só um minutinho” de Ana Maria Machado.
  • Conversação: Caveira existe? O que é uma caveira? Como ela é? Do que é constituída?
  • Anotações das observações através de textos e desenhos;
 ATIVIDADE 2. EXPOSIÇÃO ORAL DAS IMPRESSÕES DAS CRIANÇAS.
  • Espaço para as crianças exporem suas ideias e desenhos sobre o que é uma caveira;
  • Elaboração de texto coletivo sobre o que pensam sobre ela;
  • Solicitar que as crianças tragam para a escola radiografias que tenham tirado de alguma parte do corpo (do rosto, pernas, tórax, pés, mãos, etc.) para a próxima aula;
ATIVIDADE 3. O QUE ESTAMOS VENDO? Observação das radiografias.
  • Conversação: O que estão vendo? Deixar que as crianças digam o que pensam. Porque tiramos radiografias? Para que servem?


  • Realizar registros através de texto ou desenhos sobre tudo que foi visto e debatido.

                               AGUARDEM NOSSAS PRÓXIMAS DESCOBERTAS!!!!!

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template designer adapted by Ana by anA.

Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?