terça-feira, 10 de abril de 2012

“Escrileituras: Um modo de ler-escrever em meio à vida”

            Disparador de cenários que pensam a Educação com e na Vida, o projeto “Escrileituras” encontra potência no ato de criação textual. Uma proposta vazada no plano do pensamento e que pretensiosamente alarga as possibilidades dos modos de escrever e ler, partindo primeiramente de uma reflexão sobre esses modos de leitura e escrita e porque não dizer, modo de ver.
            O Projeto de pesquisa “Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida” pensa o próprio caminho de sua investigação, que se utiliza de percursos desconhecidos para traçar o já sabido, reconhecido e legítimo, ou seja, pensar a leitura e a escrita através da filosofia da diferença desde os anos iniciais.  E é assim que o projeto de pesquisa “Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida” está acontecendo na cidade de Toledo, através do programa Observatório de Educação CAPES/INEP. Coordenado pela professora Drª Sandra Mara Corazza, PPGEDU/UFRGS, e em parceria com a Unioeste – Universidade Estadual do Paraná, que tem na coordenação de núcleo a professora Drª Ester Maria Dreher Heuser.
           Alguns educadores da Escola Municipal André Zenere do Colégio Estadual Jardim Europa, assim como graduandos e graduados em Filosofia estão trabalhando através de oficinas, modos de ler e escrever, interpretando estes como um todo e ultrapassando a simples leitura e levando os alunos envolvidos a ler também através de uma observação para a melhor interpretação.   

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template designer adapted by Ana by anA.

Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?